O Labrador Retriever é o cão mais popular nos Estados Unidos e vem se tornando uma das raças mais queridas aqui no Brasil. A raça é famosa devido a sua personalidade, inteligência, lealdade e capacidade atlética. Mas, ainda existem algumas coisa que você provavelmente ainda não sabem sobre essa raça, confira a seguir, 5 curiosidades sobre o Labrador Retriever:

1. O Labrador Retriever não é de Labrador em Tudo:
Muitas raças são nomeadas devido ao lugar de sua origem, mas o Labrador é uma raça em exceção a esta regra. A raça teve origem por volta de 1700 ao sul de Labrador, na Ilha de Newfoundland, era conhecido como cão do St. John, em homenagem a capital Terra Nova.

O Labrador é famoso por seu amor com a água, o que não é de admirar, uma vez que os seus ancestrais eram ajudantes de pescadores, buscando redes e cordas ou recuperando os peixes que escapavam das redes.

Partindo de Terra Nova, a raça teve propagação para Inglaterra, a partir dosegundo conde de Malmesbury, que trouxe mais alguns cães que chegaram por volta de 1830. O terceiro conde de Malmesbury foi a primeira pessoa a chamar os cães dessa raça de Labrador e em seguida o nome pegou e se propagou, até mesmo quando a popularidade da raça cresceu nos Estados Unidos o nome Labrador permaneceu.

2. O Labrador Retriever quase foram extintos
O Labrador é uma das raças mais populares nos Estados Unidos. A sua disposição e lealdade, como também a sua determinação em ajudar as pessoas em tudo, desde busca e salvamento, como também em ajudar deficientes visuais com o trabalho de cães guias, esses serviços acabam tornaram o Labrador em um cão superior. Mas antes de o Labrador ganhasses essa fama de cão perfeito, a raça quase desapareceu.

Em Terra Nova, o governo limitou as famílias a ter apenas um cão da raça e um imposto caso tivessem mais de um cão. As fêmeas foram as que mais sofreram com essa lei do governo, muitas delas acabaram sendo sacrificadas após ter suas ninhadas. Por volta de 1880, a raça quase desapareceu.

Felizmente a raça persistiu na Inglaterra, onde ainda foi favorecida. A Inglaterra reconheceu a raça através do Kennel Club em 1903, o American Kennel Club só reconheceu em 1917. Portanto devemos agradecer aos fãs do Labrador Retriever da Inglaterra e da família Malmesbury por manter a raça com muito amor.

3. Labradores são praticamente impermeáveis
Os labradores foram feitos para a água, os seus dedos dos pés possuem membranas como as de um pato e sua cauda funciona como um leme. Mas, o que protege os labradores até mesmo da água mais fria é sua pelagem dupla.

A raça é revestida por uma camada exterior densa, com o pelo mais longo e linear e uma camada de sub pelo felpudo suave, que atua como uma camada isolante. Dessa forma o seu sub pelo mantém o calor corporal na água, além disso, os óleos naturais do cão também produz, ajudam a repelir a água, fazendo com que o seu corpo tenha um revestimento impermeável.

4. Preto, amarelo e chocolate não são as únicas cores do Labrador Retriever:
Os labradores prata são labradores chocolate com um gene que provoca a diluição do tom seu pelo para ter uma cor mais clara. Os labradores pretos e amarelos também podem ter esses genes de diluição, mas a diferença em sua cor da pelagem não é tão drástica como a do chocolate.

A ideia da existência de labradores de cor prata ainda é bastante controverso entre os criadores, já que a cor não é reconhecida pelos Kennel Club. Ainda assim, alguns criadores são apaixonados pela cor e defendo os labradores prata para que possam ser reconhecidos e autorizados para participar de shows e campeonatos.

Outra cor bastante incomum entre os labradores é a cor vermelha. É tecnicamente a cor mais diferente, apenas uma versão muito escura do amarelo. Os labradores muito amarelos ou avermelhados escuros costuma ser mais comuns, mas se torna menos  desejados quando comparamos com os amarelos pálidos.

Muitos ainda tentam dividir a raça em “Labrador americano” e Labrador inglês”. Há apenas uma raça de Labrador Retriever, embora os cães possam ter diferentes formas do corpo com base na finalidade para a qual eles foram criados.

Alguns Labradores montra ter uma construção muito encorpada, ossos mais pesados, crânios mais amplos, focinhos mais curtos e uma cauda de lontra mais grossa. Enquanto isso, os labradores de trabalho “Labrador Americano”foram criados para ter agilidade. Seus corpos são mais atléticos, com pernas mais longas e com focinho mais pontudo, às vezes eles não tem uma pelagem dupla pela qual são tão famosos. Eles também costumam ser mais energéticos que o “Labrador inglês”.

A raça realmente possui diferentes tipos de corpos e níveis de energia, o que provavelmente faz parte da razão deles serem os cães mais populares e que oferecem uma combinação perfeita para qualquer proprietário ou qualquer trabalho.