Para nos humanos os transplantes de pulmões, rins e até coração podem ser considerado possíveis, mas será que com os nossos animais de estimação será possível? Isso você descobrirá no restante do texto.

Hoje em dia a logística para doação de órgãos em seres humanos é bastante sofisticada, o que não ocorre no caso dos animais, então, esta questão logística atrapalha bastante no caso de uma doação, mas a pergunta é se o cachorro ou gato pode receber ou doar órgãos, não é?

Vamos focar nisso, sim é possível os cachorros e gatos poder receber órgão de outros da mesma espécie, porém isso acontece raramente.

A razão principal é porque o transplante de um órgão de um cachorro, por exemplo, irá matar o doador e como a infraestrutura de logística para o acondicionamento do órgão, no caso de uma morte súbita é quase inexistente no Brasil e até nos países mais desenvolvidos.

No entanto os cachorros pode por muitas vezes receber tecidos, córneas e ossos para o transplante, sendo o único tipo de transplante mais complexo que hoje é realizado é o de rins.

O transplante de rins é mais comum em gatos e o seu preço pode se bastante elevado, passando dos 40 mil reais e infelizmente o Brasil o procedimento ainda está engatinhando no setor de transplantes.