Você deve saber que é impossível fazer um cão nunca latir, seria como esperar que uma criança nunca falasse. Mas nos casos dos cães que latem de forma excessiva, isso pode se tornar um problema dentro de casa. O primeiro passo é descobrir o que faz o seu cão latir muito de forma exagerada. Após descobrir o motivo que leva ao latido em excesso, você deve começar um tratamento para resolver o problema dos latidos do seu cão.

Como diminuir o latido excessivo do seu cachorro:

Fazer o seu cachorro parar de latir vai levar tempo, dedicação, paciência e prática. Isso não irá ocorrer da noite para o dia, mas sim com técnicas e tempo, assim será possível ver o progresso do seu cão. Confira a seguir algumas dicas que pode ajudar a controlar o latido excessivo do seu cão:

  • Evite gritar quando o seu cão está latindo de forma excessiva, pois ele irá achar que você está se juntando a ele. Por isso, a primeira regra é falar de forma calma e firme, mas sem gritar.
    Boa parte dos cães não sabem o que você quer e quando você está gritando com ele, tipo “cala boca!“. Troque essa pequena frase, e treine o seu cão dizendo de forma firme e calma a palavra “silêncio!
  •  Você também pode utilizar a palavra “Quieto!”, com a voz calma e firme, no momento em que o seu cão estiver latindo. Espere até que ele pare de latir, ou até mesmo tenha parado para tomar fôlego, para então elogiá-lo. Lembre-se de nunca recompesá-lo enquanto ele estiver latindo. Com o tempo, ele descobrirá que se parar de latir na palavra “quieto” ou “Silêncio!“, ele irá receberá atenção ou recompensa.
  • Uma dica para ajudar a diminuir o latido excessivo no cão é o cansaço. Um cão cansado é um cão tranquilo. Caso o seu cão apenas esteja latindo quando está sozinho, antes de sair leve ele para um passeio. Dê uma longa caminhada ou corra, jogue bola ou leve ele para brincar no parque.  Dessa forma o seu cão ficará mais calmo e latirá menos quando estiver sem a sua presença.
  • Problemas de saúde podem causar o latido excessivo nos cães, como uma picada de abelha ou uma doença alojada no cérebro que cause uma dor continua no animal. Animais mais velhos também podem desenvolver uma forma de senilidade canina que faz com que o cão fique latindo de forma excessiva. Por isso, não deixe de levar o seu animal de estimação para ser examinado por um veterinário para ter certeza de que não existe razão médica para que o seu cachorro esteja latindo de forma constante.

Quando você estiver sabendo o motivo pelo qual o seu cão está latindo de forma excessiva, você poderá iniciar o trabalho para diminuir o seu hábito irritante.