É bastante comum você presenciar o seu pet vomitando a bile, mais porque os cachorros vomitam bile amarela?

A bile é fabricada no fígado e secretada no intestino, que ajuda na digestão de gorduras. Quando o seu cachorro passar por um longo período com o estômago vazio, os ácidos produzidos para digestão do alimento começam a se acumular dentro do estômago e a irritar as paredes, levando a um refluxo e permitindo que o cão vomite um líquido amarelo. Esse é um dos motivos que pode ser que você encontre no início das manhãs um pouco de vômito no piso de sua casa.

Você também pode presenciar o seu cão vomitando em caso de inflamação no trato do estômago e intestino superior ou por acumulo de toxinas no sangue, que são consideradas as causas mais comuns por trás do vomito amarelo do cão. Por isso, é muito importante o tutor do cão ir ao veterinário investigar a causa e escolher o melhor tratamento para o seu cão. Pois,  vomitar a bile pode sinalizar problemas mais sérios, como é o caso da pancreatite, desidratação ou obstrução intestinal no cachorro.

Confira a seguir as possíveis causas que pode desencadear uma condição em que o se cão vomite um líquido amarelo (bile), que pode ser claro ou espumoso:
– Gastrite;
– Ansiedade;
– Super produção da bile;
– Se alimentar rapidamente;
– Ingestão de alimentos inapropriados ou cru.

Diferente dos humanos que preparam o ácido digestivo, quando o alimento já está no estômago, os cães produzem a bile amarela (ácido digestivo), antes da refeição esteja no estômago. Caso o cachorro não tenha se alimentado, os cães têm de vomitar a bile amarela para que não ocorra queimação nas paredes do estômago, que pode levar a inflamação ou irritação do estômago nos cães.

A ingestão de alimentos não familiarizados pode causar gastrite em cães (inflamação do revestimento do estômago). Outra causa pode ser a doença inflamatória intestinal, que provoca a diminuição da mobilidade gástrica, devido à exposição a agentes infecciosos e anomalias no sistema imunológico.

Confira a seguir algumas dicas de como ajudar o seu cão a diminuir com a frequência de vômitos:

  • Em vez de alimentar o seu cão em uma ou duas grandes refeições por dia, divida a comida diária do seu pet em três ou até quatro refeições menores. Isso pode ajudar bastante a resolver o problema, evitando que o estômago fique muito cheio e evita o acúmulo de bile e sucos gástricos.
  • Desencoraje o seu pet a fazer exercícios logo após a refeição, para que seu corpo consiga descansar e se concentrar em apenas em fazer a digestão e absorção dos nutrientes. Atividades como correr, saltar e jogar bola pode aumentar a probabilidades de vômitos e indigestão.
  • O seu cão deve fazer as refeições em um local calmo e tranquilo. Quando estiver alimentando o seu cachorro, coloque o alimento em um local onde o seu pet possa desfrutar de sua refeição sem ser incomodado.

Como muitos cães são propensos a vomitar a bile amarela. E em boa parte dos casos é um problema que é possível resolver sem muito estresse, com algumas mudanças básicas na alimentação, medicação e cuidados. No entanto, caso os recursos adotados não permita a melhora do seu cão em alguns dias, é importante levar o seu cão para uma consulta ao veterinário, para diagnosticar e encontrar um tratamento mais adequado.