Popularmente conhecido pelo nome comercial dipirona o metamizol é utilizado para o alívio da dor e pela sua leve ação anti-inflamatória. Ela é um dos medicamentos mais populares entre os humanos e pode ser também administrado aos cachorros, sendo que na dose adequada.

O dipirona deve ser administrado aos cães em caso de dor leve ou moderada, principalmente quando está associado a espasmos da musculatura lisa (estômago e bexiga), tecidos moles ou trato urinário. Apenas em casos mais graves o analgésico deve ser administrado por um veterinário.

O uso do dipirona no cachorro requer atenção, o tutor deve observar a metabolização do medicamento quanto à função hepática e a sua excreção, renal. No caso de cães idosos ou debilitados o uso do medicamento só deve ser permitido em casos especiais e por um curto período.

Quais os principais efeitos colaterais do dipirona no cachorro?
Ainda não se sabe ao certo os efeitos colaterais que o dipirona possa causar nos cães, por isso ainda é necessário mais estudos científicos sobre o assunto. Lembrando que o uso do medicamento sem orientação médica pode levar a uma overdose no seu animal.

Qual a dose indicada do dipirona para o meu cachorro?
O dipirona deve ser administrado por via oral, podendo ser diluído em água ou suco para o seu cão. A dosagem recomendada é de uma gota por quilo do animal. Lembrando que o limite máximo são de 35 gotas, a cada seis horas, mas o veterinário que acompanha o caso dará as recomendações adequadas. Pois os exames laboratoriais que seu cão fará dirá de fato a dosagem recomendada para o seu caso.

Caso o seu cão tenha dificuldade de tomar o medicamento, coloque as gotas do medicamento em uma seringa e em seguida aplique na boca do animal bem próximo a garganta para que o medicamento não seja desperdiçado. Por isso, seguir o focinho, levante suavemente sua cabeça para cima e insira a seringa na lateral da boca do cão, bem entre os dentes.

Para que você tenha certeza que o seu cão tomou o medicamento esfregue suavemente o seu focinho do seu cão, para estimular ele engolir e lamber o focinho que ficará sequinho. Ao terminar com o momento de dar a medicação brinque com o seu cão.