Pode até parecer fofinho ver o seu cão roncando durante o sono, mas como provavelmente os outros moradores de sua casa talvez queiram dormir com mais sossego. Pensando nisso e na saúde do seu cão resolvemos fazer esse post para explicar por quais razões o seu cão ronca e algumas dicas de como prevenir ou reduzir o ronco.

Como algumas raças possuem focinhos curtos e nesse caso o seu ronco é genético, há muito pouco que você possa fazer para evitá-lo. As raças mais acometidas por esse fator são os pugs, boxers, buldogues, e etc. Por outro lado, existem outras causas que não são genéticas e que acabam influenciando o cão roncar.

Os cães que são propensos a alergias e possuem muco adicional contidos em seus órgãos respiratórios podem bloquear a passagem de ar e resultar no ronco do cachorro. Por isso, certifique-se de que a poeira seja removida de forma regular e sempre manter a casa limpa. Outro fator que pode desencadear alergias no cão é a fumaça do cigarro, por isso, o local onde o cão dorme deve ser livre de fumo.

Outro fator que pode está fazendo com que o seu cão ronque é o excesso de peso, pois está bloqueando as vias aéreas. Uma forma de amenizar o ronco em seu cão é deixar ele se acostumar a utilizar um travesseiro durante o sono, para que a cabeça alivie o ronco.

Colocando essas dicas em prática e com um pouco de dedicação será possível trazer resultado e permitir que todos em sua casa tenham um sono mais tranquilo.